Eixo 1- Formação

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS OBJETIVOS OPERACIONAIS Ações Indicadores Resultados
1.1 Organizar, de forma integrada, a oferta formativa em função do Espaço Europeu de Educação Superior e das necessidades da sociedade. Desenvolver e aplicar o espírito de Bolonha 1.1.1 Acompanhar proactivamente as necessidades de novas formações e de reestruturação das existentes 6 21

Comentários: Indicadores associados ao Concurso Nacional de Acesso (atratividade dos cursos, candidaturas, colocações 1ª fase), sendo que se tem vindo a acentuar o peso do acesso através de outros regimes (CET, >23) 
1.1.2 Dinamizar as novas ofertas formativas identificadas como necessárias, permitindo um crescimento do número de estudantes, fundamental por razões de massa crítica, escala e custos de exploração 2 5

Comentários: A baixa % de concretização deve-se à redução de licenciaturas em regime Pós-Laboral
1.1.3 Investir na oferta formativa ao nível do 2º ciclo e da formação ao longo da vida 3 3
Comentários: O peso do indicador de mestrados é igual ao da oferta de curta duração/especializada o que justifica uma % não concretização relativamente alta. Contudo, os mestrados tiveram uma evolução muito positiva na instituição.
1.2  Desenvolver a formação integral da Academia IPVC, dotando-a de competências académicas, científicas, cívicas, pessoais e organizacionais num quadro de responsabilidade social, imperativo no ensino superior contemporâneo e inovador 1.2.1 Investir em estratégias que promovam o aprender a aprender ao longo da vida 1 2
1.2.2 Dotar os estudantes de competências ao nível da cidadania e da auto-aprendizagem e incutir-lhes espírito empreendedor e de flexibilidade 3 3
1.2.3 Enriquecer a formação integral dos docentes 4 5

Comentários: Aumento muito significativo de doutorados. A % de não concretização justifica-se por não se ter criado nucleo coordenador de formação pedagógica e n.º reduzido de formação em metodologias inovadoras de formação e em tutorias